Noticias África Português

Brazzaville – É o Tourno Do Julgamento De Norbert Dabira.

O julgamento de Jean Michel Mokoko que foi condenado a vinte (20) anos de prisão se terminou Sexta-feira, 11 de Maio de 2018.  Agora é a vez de Norbert Dabira de se apresentar perante o Tribunal Criminal de Brazzaville e responder a sua acusação de « atendo à segurança interna do Estado ».

Brazzaville O julgamento de Jean Michel Mokoko que foi condenado a vinte (20) anos de prisão se terminou Sexta-feira, 11 de Maio de 2018.  Agora é a vez de Norbert Dabira de se apresentar perante o Tribunal Criminal de Brazzaville e responder a sua acusação de « atendo à segurança interna do Estado».

Norbert Dabira, também ex-sócio do presidente Denis Sassou Nguesso, iniciou sua sessão judicial na Terça-feira, 15 de Maio de 2018. Sua acusação baseia-se, segundo o secretário, em uma conversa telefônica interceptada pela inteligência do país. « Os serviços de inteligência congoleses interceptaram uma conversa telefônica entre os oficiais gerais Nianga N’gatsé M’bouala e Norbert Dabira» .
Seria um golpe de Estado. O avião de Denis Sassou N’guesso deveria ter sido abatido enquanto voava de volta de Oyo. « … Relativa ao recrutamento de dois ou três franco-atiradores, cuja missão é derrubar o chefe de Estado, atirando em seu avião » , disse o funcionário.

De acordo com o advogado do general Dabira, « a conversa telefônica realmente aconteceu, mas não houve menção de que isso me comprometesse. Ele estava na França» .

Como resultado, Norbert Dabira nega a acusação.

Norbert Dabira, ex-Inspetor Geral das Forças Armadas e da Gendarmaria Congolesa de 1997 a 2012, de 69 anos, nasceu em M’boma, distrito de N’goko. Ele foi preso em Torcy (Seine-et-Marne) em 22 de Agosto de 2013 e indiciado em Paris por « crimes contra a humanidade » na investigação sobre o caso dos « desaparecidos de Beach » em Brazzaville da ambos 1999.

O Caso Dos « Desaparecidos de Beach»

A investigação aberta na França em 2002 relativa ao desaparecimento de trezentos e cinquenta (350) Congoleses en Beach, principal porto da cidade de Brazzaville, localizado no rio Congo.

Eles foram dados como desaparecidos em 1999 após retornarem da RDC, onde se refugiaram por causa da guerra civil. Na chegada ao porto, eles foram interceptados por agentes sob a direcção de Dabira.
O Tribunal de Paris de Primeira Instância, portanto, colocou-o em julgamento por « crimes contra a humanidade» com base, a prática massiva e sistemática de sequestro e tortura.


STESS Magz Discussion Group

Subscribe | Abonnez-vous | Siga-nos |Suscríbase
YouTube : https://goo.gl/kVaXgJ
Twitter : http://www.twitter.com/stessmagz
Instagram : http://www.instagram.com/stessmagz
Facebook : http://www.facebook.com/stessmagazine
Email : stess.jess@gmail.com
Website : http://www.stessmagazine.com

Publicités

Laisser un commentaire

Choisissez une méthode de connexion pour poster votre commentaire:

Logo WordPress.com

Vous commentez à l'aide de votre compte WordPress.com. Déconnexion /  Changer )

Photo Google+

Vous commentez à l'aide de votre compte Google+. Déconnexion /  Changer )

Image Twitter

Vous commentez à l'aide de votre compte Twitter. Déconnexion /  Changer )

Photo Facebook

Vous commentez à l'aide de votre compte Facebook. Déconnexion /  Changer )

w

Connexion à %s